Social media:   fb  twitter  yt  slideshare
 ico mapa site Mapa do Site            ico rss Assine nosso Feed
31/05/17

Farmacêuticas participam de Conferência da Saúde das Mulheres

Farmacêuticas participam dos debates sobre políticas públicas para a saúde da mulher. Recentemente, elas integraram a etapa municipal da 2ª Confência Nacional da Saúde das Mulheres de Florianópolis. 

Foto: Sinfar-SCFoto: Sinfar-SC

 

Melhorar as condições de trabalho é fundamental para preservar a saúde das mulheres. Com esta compreensão, o Sindicato dos Farmacêuticos de Santa Catarina (SindFar-SC) participou da Conferência Municipal de Saúde das Mulheres de Florianópolis e também fará parte da fase estadual.

As conferências mobilizam militantes da saúde pública, em todo o País, em etapas locais, estaduais e nacional para definir maneiras de fortalecer a atenção e a saúde das mulheres. Para dar suporte à atuação das farmacêuticas nas conferências a Fenafar também divugou documento em que traz contribuições de como melhorar a atenção à saúde das mulheres.

A farmacêutica Fernanda Mazzini, presidente do Sinfar-SC, integrante do Conselho Municipal de Saúde, órgão de controle social responsável por convocar as conferências nas cidades, fez parte da organização da etapa local, mais especificamente do Eixo "O mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres".

Entre as propostas debatidas no grupo e destacadas por Mazzini, estiveram a defesa de salários igualitários para mulheres e homens, a ampliação das licenças maternidade e paternidade e garantiras de empregabilidade para mulheres com mais de quarenta anos. A farmacêutica foi eleita delegada suplente para representar as propostas de Florianópolis na conferência estadual.

A Conferência de Saúde da Mulher é um esforço dos conselhos de saúde para aprimorar a atenção dos serviços oferecidos às mulheres. Este mecanismo democrático de participação social é previsto pela Constituição como forma de possibilitar que toda a população se envolva nos debates do seu interesse. A etapa nacional é resultante desta etapa municipal, além da estadual. Há, ainda, as conferências livres, organizadas autonomamente por coletivos.

Nas etapas locais e estaduais, são eleitos representantes, os delegados, que têm a missão de representar todo o seu coletivo nas fases seguintes. Em todas as fases, o debate é aberto, com direitos de fala e voto garantidos a todas as pessoas inscritas. As propostas aprovadas na etapa final servem como norteadoras de políticas públicas.


Com informações do SindFar-SC e Fenafar
(publicado por Deborah Moreira)





Adicionar comentário

Ações

Uma iniciativa da CNTU em prol do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. São oito temas para ajudar a mudar o Brasil.

Saiba mais

Biblioteca CNTU

Um espaço para você encontrar facilmente informações organizadas em apresentações, artigos, legislações e publicações.

Saiba mais

AGENDA

Sem eventos
 SDS Edifício Eldorado, sala 108 - Brasília/DF

Tel (61) 3225-2288

© Copyright 2015 - Confederação Nacional dos Trabalhadores
Liberais Universitários Regulamentados 
Fundada em 27 de dezembro de 2006.